2020 – Desventuras em Série

Esse mês decidi criar uma série aqui no Blog chamada Ciclos, constituída por um único post por ano, provavelmente sempre o último. Funcionará como uma avaliação ou até mesmo uma retrospectiva dos momentos e aprendizados do ano que se encerra. Confesso que essa ideia foi pensando mais em um exercício para mim mesma e talvez os posts deste espaço sejam mais longos que o habitual. De qualquer forma, espero que seja do agrado dos que me acompanham por aqui, talvez você se identifique ou encontre algo que sirva de dica para você 😉


Lembram dos livros Desventuras em Série? Podia ser o nome desse ano. Cada um tem uma visão e uma história de como foi o ano, mas 2020 em diversos momentos trouxe significados compartilhados por todos nós, ainda que nossas vidas sejam diferentes. 2020 estará marcado para sempre na nossa memória. Foi realmente uma loucura.

Desculpem pela ignorância, mas eu nunca tinha visto nada assim na vida e, na minha inocência, imaginei que por mais horrível que fosse, seria mais rápido. Mas não foi…

Apesar dos pesares, não aconteceu nada de ruim na minha vida como aconteceu na de muita gente. Eu consegui encontrar nesse período maneiras de auto apreciação e crescimento que foram ótimas e descobri que reajo bem, dentro do possível, a condições de limitação e isolamento. E todo mundo da família e amigos permaneceram vivos e saudáveis. Só por isso já não tenho motivos para reclamar.

Então, o que foi 2020 para mim? Foi um ano de reflexão, primeiras vezes inesperadas, aprendizados, reconexão com a minha essência e aperfeiçoamento do meu ser. Fiz uma lista dos momentos que quero ou preciso lembrar (listas são excelentes exercícios para se auto analisar e trabalhar a gratidão, recomendo fazer uma para você 😉 ). Se você não curtir retrospectivas pode pular a lista e ir direto para a minha conclusão e desejos para o próximo ciclo que se aproxima!

Em 2020 eu :

  • Comecei esse blog, que foi uma das melhores ideias da vida. Conheci pessoas incríveis por aqui e me inseri em um espaço excelente para troca de experiências e de pontos de vista muito enriquecedores. Por isso eu agradeço a todos vocês que aterrissaram por aqui ao longo desse ano;
  • Fiz a minha primeira blusa de crochê. Já havia feito uns cachecóis e etc., mas blusa foi a primeira vez. E preciso dizer que amei o resultado;
  • Comecei a cuidar melhor do meu corpo e da minha pele. Eu tenho um problema de pele, chamado dermatite atópica, um dia falarei mais sobre isso por aqui. Mas o fato é que aprendi muito sobre os cuidados que meu corpo exige e comecei a colocar em prática. Isso tem feito eu me sentir muito bem comigo mesma!;
  • Comecei a fazer Yoga, que foi outra descoberta incrível. Estou amando e tem me trazido uma energia e auto conexão super poderosa. Recomendo muito;
  • Comprei uma corda para fazer exercícios e preciso dizer que achei que era mais fácil haha. Já fiz muitos tipos de treinos e nenhum nunca me deixou tão acabada (no bom sentido) quanto os treinos com corda. Mas estou pegando o jeito e os resultados são muito bons;
  • Fiz um curso de reaprendizagem criativa, que aliás recomendo a todos. Me fez olhar para as coisas de uma perspectiva diferente e crescer;
  • Estudei muito alemão;
  • Tirei um certificado de proficiência em alemão;
  • Conheci pessoas incríveis, via internet, que me ajudaram a direcionar meu caminho para o intercâmbio;
  • Lembrei de como é gostoso ter uma criança em casa;
  • Assisti mais filmes e séries que o resto da vida toda 🙂 e descobri novos estilos literários que eu não sabia que gostava;
  • Trabalhei a paciência de uma maneira que em vários outros anos passados em conjunto não bateriam a evolução que pude alcançar em 2020. Foi o primeiro ano desde 2011 que eu não tive crise de gastrite. Não pela pandemia em si, foi um conjunto de fatores e desejos que já vinham de antes. Mas o fato de poder ficar em casa tanto tempo com certeza contribuiu;
  • Me libertei de amizades muito problemáticas e me recuperei consideravelmente em relação ao ano anterior. Essa recuperação me fez aprender muito sobre mim mesma e entender as minhas necessidades e limites como nunca antes eu havia conseguido;
  • Revi alguns conceitos que estavam ultrapassados na minha cabeça e me apaixonei ainda mais pelo poder feminino;
  • Aprendi muito sobre tolerância e amor ao próximo;
  • Apenas reafirmei minhas escolhas de vida e quem são as pessoas que me fazem bem, ainda que fisicamente estive longe de quase todas elas o ano todo;
  • Aprendi a dar mais valor a liberdade;
  • Passei uns dias no litoral do Paraná e foi incrível. Acho que foi a única chance da vida de visitar praias praticamente desertas em um local tão turístico;
  • Em 2019 minha rotina provavelmente foi a mais intensa e louca de toda a minha vida. Trabalhava em dois empregos e estava no último ano da faculdade. Eu passava em torno de 5 horas por dia em casa, dessas pelo menos quatro eu estava dormindo. Sábado eu tinha curso de manhã e a tarde ou a noite eu saía para me divertir com amigos (Afinal, energia deve ser gasta com os deveres, mas também com os lazeres né minha gente!?). E domingo era o dia que eu ficava em casa com a família. Praticamente o meu tempo com meus pais era o dia de domingo. De acordo com meus planos eu teria saído do país logo no primeiro semestre, o que não aconteceu devido à pandemia. O fato é que toda essa reviravolta no mundo me fez ficar em casa o ano inteiro, acho que nem quando eu era criança eu tinha ficado tanto tempo em casa. Lado positivo: 100% do tempo com os meus pais! Curti eles como nunca. E me sinto com o coração mais tranquilo para partir agora. Não faço a menor ideia de quando volto, então esse tempo com eles foi a verdadeira definição de presente que a vida me deu.

Mas infelizmente, tiveram também os pontos baixos da história:

  • Fiquei sem ver pessoalmente quase todas as pessoas que eu amo;
  • Não pude partir para o meu sonhado intercâmbio;
  • Quase não conheci gente e lugares novos, em comparação com outros anos, e isso realmente pesou muito para mim;
  • Saí de casa pouquíssimas vezes para ir ao mercado ou comprar algo. Consegui ir para o Paraná, agora em novembro, e foi o que salvou;
  • Parei de fazer aulas com a minha querida Frau Inge;
  • Comprei um vestido maravilhoso para a formatura e agora nem sei se terei a oportunidade de usá-lo;
  • Tentei e ainda tento me acostumar com o nosso novo outfit de máscara no rosto;
  • Chorei muito, chorei no meu quarto, chorei no oftalmo e chorei na praia (sou chorona mesmo kkkk inclusive choro por alegria e emoção também);
  • Fiquei triste inúmeras vezes com as notícias e manchetes sobre as mortes e novos casos;
  • Fiquei triste por todas as coisas absurdas que vimos esse ano. Desde política a discursos de ódio e egoísmo e crimes e tragédias que chocaram o mundo;
  • A sensibilidade no coração foi maior do que na vida toda. Eu diria que consegui reagir bem, considerando tudo, mas é fato que um pouco de sorte do destino ajudou. Talvez em outro momento da vida eu teria sofrido muito mais. E em parte é por isso que sinto tanta compaixão por quem sofreu muito, sei que muitos não deram a mesma sorte que eu.

Além de tudo isso, provavelmente ainda tiveram várias outras coisas que eu esqueci de mencionar. Mas acho que deu para perceber que na verdade eu tenho é muito para agradecer. Em momentos de impotência nós aprendemos o quanto somos fortes e o quanto somos capazes de nos reinventar e aprender com as opções, ainda que limitadas, que temos ao nosso redor. 2020 foi um ano para a gente olhar para dentro. Acho que fazia tempo que precisávamos e talvez não estivéssemos dando a devida atenção. A notícia da vacina dá uma aquecidinha no nosso coração, mas por favor, ainda que logo tudo isso seja passado, não se esqueça das lições ensinadas por esse ano de Desventuras em Série.

O mundo, o planeta Terra é um organismo gigante do qual todos nós fazemos parte. Precisamos buscar o equilíbrio em conjunto para que o todo permaneça saudável. Porque quando uma parte de qualquer organismo está fazendo mais mal do que bem, é natural que este organismo ative a função do sistema imunológico para reconhecer os agentes agressores e se defender para acabar com o problema. E daí saem duas opções: elimina-se o que não funciona e organismo se cura ou não há eficiência e em determinado prazo tudo morre, os agentes agressores e o organismo que os hospeda.

No organismo Terra nós somos os agentes agressores, nós somos as células defeituosas que a cada dia que passa destroem mais um pedacinho deste grande organismo. Não sei se o corona vírus veio para nos ensinar essa lição, mas é de se esperar que a gente aprenda. Que a gente, no mínimo, tente. Eu não quero mais ser o câncer do planeta! Eu comecei a mudança em mim, foi o primeiro passo. Ainda há muitos! Espero que vocês também estejam buscando o caminho da cura de onde quer que estejam.

E você, como foi o seu 2020?


P.S. Eu decidi dedicar a próxima semana, o encerramento deste ciclo e o início do próximo, para ter um momento mais íntimo com a minha família. Então ficarei sem postar nada por aqui nesse período. Mas volto com toda a energia renovada na primeira semana de janeiro e espero encontrar com todos vocês por aqui de novo!

Desejo a todos um Natal feliz, uma virada de ano incrível e cheia de energia para abençoar o ciclo de 2021. E, por fim, o meu muito obrigada a todas as trocas que vocês me proporcionaram, com certeza foi uma parte muito significativa no meu ano. Muito amor e muita saúde para todos nós! Um beijo e um grande abraço, até 2021!!

Leia também

33 comentários sobre “2020 – Desventuras em Série

  1. 202O um ano de extremos. De descobertas, de dores, tristezas, encontros, reencontros. De olhar mais para dentro e compreender o lado de fora. Da construção e da consciência. 2020 de tanto e de pouco, dos extremos. Da perspectiva que se lança, do acreditar. Extremos que seguiram o clichê: se atraíram para o melhor de cada um e também para solidificar o pior de outros tantos.
    Teu post traz o que há de melhor no ser humano. O que traz o cotidiano sendo construído e vivido em seus extremos. Com o que mais precisamos: perspectiva. Nesse teu ciclo que se despede para começar logo adiante I’m novo ciclo, deixas um legado essencial de sensibilidade, de vida, de consciência, de solidariedade, de empatia, de amizade, de amor, de vida. E perspectiva: acreditar. Gabriela, querida, o meu abraço carinhoso de muita felicidade, força, saúde e muitos sonhos, para serem realizados. 2021 possas atravessar as margens do mar e conhecer novas terras, caminhar pelas estreitas e alegres ruas da vida e também em suas avenidas, seguir sempre. E seja a cada um um desses dias muito feliz. Beijos! ❤️💐❤️☕️

    Curtido por 1 pessoa

    • Muito obrigada, querido Fernando!
      Te envio também um forte abraço. Que seu Natal seja incrível e que 2021 te traga ainda mais saúde, paz e amor. Que continuemos acreditando e espalhando sementinhas por aí!
      Agradeço imensamente pelo carinho de sempre, você também foi um dos presentes que 2020 me deu 😉
      E ano que vem a gente continua contando as novidades por aqui rs.
      Beijos 💋🌺❤️

      Curtir

    • Bom, espero não ter ido direto para o spam……tu também é um presente que acolhi neste tão complicado 2020 e se tornou muito importante. Nunca desista dos sonhos, querida, eles sempre são o começo de tudo. Vou sentir tua falta. Abraço imenso e muita alegria com a família. ❤️💐☕️

      Curtido por 1 pessoa

  2. Gabriela li o seu post emocionada.
    Fico feliz que tenha compartilhado suas dores, que vc é humana e chora (como eu), que tirou um certificado no alemão! Parabéns!
    Esse ainda é um dos poucos espaços – vide o insta- que podemos escrever posts longos, alguns blogueiros tem paciência para ler coisas maiores que 3 linhas. Amei a série desventuras.
    Continue nos encantando!
    Feliz natal e excelente entrada de ano, guardemos a esperança de um ano melhor. Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  3. Adorei as listas, Gabi! Me identifiquei muito com suas novidades de 2020, principalmente o blog e yoga. Foi e está sendo um baita processo de amadurecimento. Que bom que você curtiu seus pais e agora se sente leve para seguir. Vá em frente! Beijo grande e muita luz na sua caminhada! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  4. Este ano foi um ano de muitas aprendizagens, sem dúvida. Apesar de ter sido um ano mundialmente mau e que nos afectou a todos, pensar nas coisas positivas é um bom caminho o seguir. Sempre nos conseguimos adaptar às circunstâncias e sobreviver. Temos que manter esperança, seguir em frente, e ver o que aprendemos ou “ganhamos” com essas experiências. Bom post. Um feliz 2021.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Sabe, Gabi, ouço com certa constância minha mãe dizer o quanto passamos por desafios para alcançar nossos sonhos com mais sabedoria. Pelos seus posts dá para sentir que você está cada vez mais pronta para um futuro brilhante!
    Me identifico em muitos aspectos ao seu 2020 e torço para que consigamos, cada vez mais, fazer a diferença.
    Desejo a você e a sua família um natal, ano novo e uma vida repleta de bênçãos🌷✨

    Curtido por 1 pessoa

    • Ai você não sabe como fiquei feliz com o seu comentário 💕
      Agradeço muito, de coração e desejo o mesmo para você e sua família!
      Espero que tenha conseguido aproveitar esses dias e se Deus quiser 2021 será muito melhor 💋🌺

      Curtido por 1 pessoa

  6. Que texto maravilhoso!!! E como me identifiquei com varias partes, 2020 foi um ano muito desafiador, mas teve seu lado bom, onde como você disse que aprendeu a lidar com as situações difíceis, eu digo o mesmo, nunca que eu esperaria lidar com tantas situações complicadas principalmente no meu ambiente de trabalho que é em um hospital, lidar com as pressões, com a grande demanda, saber ter resiliência nos momentos, e ver que eu tive apesar de tudo um caos me conforta e me faz ver o 2020 não como um ano perdido como pra maioria das pessoas consideram que foi. Enfim, é como dizem né ”ha males que vem para o bem” e acredito que tudo nessa vida tem um proposito. Que 2021 nos surpreenda. Um otimo Natal pra você e toda sua família =)

    Curtido por 1 pessoa

    • Obrigada, querida!!
      Eu não consigo nem imaginar como deve ter sido para você. Mas te admiro muito por ter enfrentado tudo isso. E concordo muito com isso de tudo ter um propósito, penso exatamente assim!
      Se Deus quiser 2021 será muito melhor!
      Espero que você e sua família tenham conseguido aproveitar 💋🌺💕

      Curtido por 1 pessoa

  7. Nestes mundos distantes e de extremos (né Fernando) nos aproximamos e conectamos…
    Li sua lista enorme para tão jovem mulher… És tão jovem, oi intercâmbio virá a tempo…
    2020 no divã (lembra)… 2021, está próximo para se recostar nele… Vamos precisar, menina de exatas, mais de humanas que conheci…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s